Enem vai ser usado no vestibular de 59 universidades federais

Provas serão aplicadas em 6 e 7 de novembro; estão inscritos 4,6 milhões de alunos

Nos dias 6 e 7 de novembro, serão aplicadas em todo o Brasil as provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). A edição deste ano do exame bateu recorde de número de inscrições – 4,6 milhões de estudantes se cadastraram para fazer a prova, mais do que no ano passado, quando foram 4,1 milhões de inscrições.

Mesmo após o escândalo da prova em 2009 e o consequente adiamento do exame do ano passado, não houve diminuição da adesão das universidades federais ao Enem. Ao todo, 59 instituições de ensino superior desse tipo adotarão a nota do exame em seu vestibular.

Algumas instituições – como a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e a UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) – adotarão o Enem como substituto da primeira fase do vestibular. Outras – como a UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e a Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto) – decidiram abolir o processo seletivo e usar apenas a pontuação do exame nacional.

 Ainda assim, a USP (Universidade de São Paulo) e a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), situadas entre as melhores universidades do país pelos principais rankings mundiais de educação, não vão adotar o Enem novamente no vestibular. O motivo é o mesmo alegado em 2009: a divulgação do resultado do Enem não vai acontecer em tempo hábil para que a nota seja computada no vestibular. O Enem, nessas instituições, contribui com uma porcentagem do resultado final do processo seletivo.

Extinção do vestibular

Das universidades que usarão o Enem, 24 irão adotá-lo em substituição ao vestibular tradicional. No restante das faculdades, a prova será usada de formas variadas: pode servir de bônus na nota do vestibular, como primeira fase do processo seletivo e até para preencher as vagas que sobrarem depois da primeira seleção – as chamadas vagas ociosas.

A prova do Enem é formada por 180 questões. As perguntas são divididas em quatro grandes eixos – linguagens, ciências humanas, ciências da natureza e matemática. Todos os inscritos também farão uma redação, que será cobrada no segundo dia. Nesta edição, a novidade é a exigência de questões de língua estrangeira. O candidato devia optar por inglês ou espanhol ao se inscrever.

O Inep (órgão responsável pelo Enem) informou aos candidatos  que eles devem receber o cartão de confirmação de inscrição entre os dias 4 e 25 de outubro. Além disso, o governo também diz que os resultados da prova devem ser liberados até o dia 15 de janeiro de 2011.


Mais detalhes no site: http://www.enem.inep.gov.br/

Anúncios