As decorações de Natal já começaram a ser preparadas em todo o país. Fachadas de estabelecimentos comerciais e residências recebem enfeites para a data comemorativa. É necessário, no entanto, tomar algumas precauções para evitar que a iluminação natalina provoque choques elétricos e curtos-circuitos.

Faltam poucas semanas para a chegada do Natal. Assim, milhares de famílias em todo país já estão se preparando para decorar a casa, enfeitar a fachada e armar os presépios e pinheirinhos, seguindo uma tradição que a cada ano fica mais sofisticada e criativa, além de mais iluminada.

O mesmo se dá com o comércio, onde as lojas e vitrinas são revestidas de um colorido especial, aguardando a época do ano onde o movimento é maior. Um belo espetáculo de luzes e de brilho que toma conta das cidades, enchendo os olhos e alegrando ainda mais essa época festiva.

Mas é preciso tomar alguns cuidados para evitar que a iluminação natalina e os enfeites luminosos sejam causa de acidentes com choques elétricos e curtos-circuitos.

Os choques domésticos são comuns e acontecem com relativa freqüência, mas dependendo das circunstâncias em que ocorrer o acidente ou do estado físico da pessoa que levar o choque, as conseqüências podem ser bastante sérias.

Para alertar esse problema a Copel (Companhia Paranaense de Energia), criou o programa Natal com Segurança com a intenção de evitar acidentes.

As recomendações são as seguintes:

1º Passo
É escolher com cuidado os cordões de luz, mangueiras e pisca-piscas, que devem ser de boa procedência, certificados pelos institutos controladores de qualidade. . É importante comprar equipamentos de qualidade que tenham a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

2º Passo
Antes de fazer a instalação dos enfeites, especialmente dos anos anteriores, é essencial verificar as condições gerais e prestar muita atenção às emendas e à película plástica isolante. Todas as emendas e conexões dos cordões devem estar protegidas com fita isolante de boa qualidade.

3º Passo
É importante ter certeza de que a capacidade e a resistência dos condutores sejam compatíveis com a carga elétrica requerida, observando o correto dimensionamento de cabos e fios.
Outra recomendação importante é assegurar-se de que a capacidade e a resistência dos condutores, tanto da fonte de energia quanto dos enfeites em si, sejam compatíveis com a carga elétrica requerida, observando o correto dimensionamento de cabos e fios. Essa é a forma de evitar que os fios derretam ou provoquem curtos-circuitos que podem levar aos incêndios. Na dúvida, convém consultar um eletricista de confiança.

Tomar cuidado
A ligação do equipamento na tomada só deve ser feita após a conclusão da montagem, para evitar acidentes por falhas no isolamento de fios ou nas emendas. Recomenda não tocar na fiação nem substituir lâmpadas queimadas com a instalação ligada à fonte de energia

Fachadas
Para decorar fachadas, jardins, varandas e grades; é importante tomar cuidado. A umidade é um fator de risco de acidentes. As conseqüências de um choque elétrico na presença de água são potencialmente muito mais graves e é fundamental que as pessoas tenham a máxima cautela.
Tomar cuidado para o perigo de quedas (subir em arvores, utilizar escadas, etc) durante a instalação de enfeites em ambientes exteriores: o ideal é que essas tarefas fiquem a cargo de pessoas preparadas, treinadas e equipadas.

Cuidado com a proximidade da rede elétrica
Não recomenda a instalação de adornos e objetos decorativos nas proximidades das redes elétricas, onde o risco de acidentes graves é maior. As condições de tensão de operação e a intensidade da corrente elétrica que transita pelas redes elétricas podem provocar acidentes fatais.

Dicas
O pisca-pisca usado para decorar pinheiros, janelas e fachadas só deve ser ligado na tomada depois que o arranjo estiver montado.
■ Não tocar em equipamentos elétricos com as mãos ou os pés molhados.
■ Se for preciso arrumar fios ou substituir lâmpadas, o enfeite deve ser desligado da tomada.
■ Somente um aparelho elétrico deve ser ligado em cada tomada.

Fonte: G1 e Copel – 22 de novembro de 2007

 

Anúncios