Quando vier me visitar

Traga flores,

Muitas delas…

 

Porém, não me traga apenas flores:

Não se esqueça de juntar a elas

A beleza do seu sorriso,

A ternura do seu olhar,

A força do seu abraço.

O calor dos seus beijos…

 

Quando vier me visitar,

Traga flores,

Muitas delas…

Mas não esqueça de tirar-lhes

Os espinhos que machucam,

As folhas envelhecidas,

Os galhos secos,

As dores embutidas…

 

Quando vier me visitar,

Traga flores,

Muitas delas…

Perfumadas, coloridas, alegres:

Todas parecidas com você!

 

Quando vier me visitar,

Traga você por inteiro…

As flores?

Nem sei se vai precisar!

 

(Débora Bellentani)

Anúncios