Esse doce amargo que é saudade
Que vem rompendo o tempo sem piedade
Trás pra perto o que a vista não alcança
E sem dar conta que é só lembrança
Dispara o peito e um sorriso largo
Quando se deita ali do lado
O cheiro desse sonho acordado.

Imagem